6ª Feira Negra

By  |  0 Comments

Está em voga falar de dívidas e reestruturações. Mas no burgo ninguém fala – muito menos reconhece – da enorme dívida que Viseu tem para com a Sandra.

sextafeiraprograma

Sexta-Feira Negra

28 de Março, a partir das 18h30
Rua da Boa Morte, N.º 18
Centro histórico de Viseu

“No dia nacional dos centros históricos, a Cul-de-Sac assina uma produção com o nome de “SEXTA-FEIRA NEGRA”, que acontecerá numa loja devoluta na Rua da Boa Morte.
Por oposição ao “trendy” Black Friday, propomos que se celebre o negro na sua forma obscura. Os tempos que correm são duros. A “narrativa”, o politicamente correcto, o medo, a hipocrisia, e a pouca tolerância tomam proporções constrangedoras, em pleno século XXI.
No ano que o Uganda penaliza com pena perpétua a homossexualidade e a quem não a detracte, em Viseu, no dia 28 de março, celebraremos a liberdade de expressão com esta ode ao negro, no mesmo ano em que a democracia portuguesa atinge a bonita e madura idade dos 40. A partir dos classificados colocados pelas prostitutas nos jornais locais, e de textos de Charles Bukowski, Rosário Pinheiro apresentará a sua exposição de ilustração intitulada Rest you merry gentlemen and rest you merry whores, and let the lightlamps light. César Zembla povoará sonoramente o universo desta exposição. “

Graça Canto Moniz

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.