China “pisca o olho” ao Mundo digital‏

By  |  0 Comments

Imaginemos nós que agora ficaríamos sem acesso ao Linkedin, Facebook, não podermos navegar no Google, ou mesmo não ter acesso a plataformas digitais informativas como o “The New York Times”. Conseguiríamos? É assim que acontece na China, país tão poderoso, tão grande e com tantos habitantes.

Está a decorrer até ao dia 21 deste mês, a “Conferência Mundial da Internet” em Wuzhen, na China. Os participantes têm a oportunidade de ver aquilo que não veem durante toda a sua vida. São dias de liberdade. Para os analistas, poderá estar aqui o primeiro passo para a democratização online na China e abertura deste país para os mercados digitais.

Este evento tem um propósito, que não se prende humildemente ao efeito positivo que a abertura trás para o desenvolvimento da economia do país, por outro lado, tem como “mensagem-chave”: caminhar para um poder global no universo da internet. É caso para dizer: “não fossem eles chineses”!

Gustavo Brás

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.