Educação, desporto e juventude

By  |  0 Comments

O desporto assume cada vez mais importância no crescimento dos jovens e isso reflecte-se positivamente na construção pessoal ao nível dos comportamentos, atitudes e valores. Os resultados chegam mais tarde. O desporto colectivo em especial, oferece experiências e vivências que são fantásticas do ponto de vista comportamental. O saber estar com os outros, respeito, amizade, espírito de ajuda e interacção social são as mais valias fáceis de encontrar em actividades colectivas. Como Desporto Rei, o futebol atrai milhões de pessoas em Portugal e no Mundo, e a esse fenómeno juntam-se as vontades de querer fazer parte do seu círculo e não só, alimenta-se o sonho de um dia ser campeão, de estar entre os melhores, de ser um ídolo, de ser reconhecido como craque. Por isso, são milhares de jovens que escolhem entrar nas escolas de futebol e criar uma carreira desportiva paralela aos estudos.

Conseguindo ou não chegar ao topo do futebol, eu garanto que vale a pena. Também já fui jogador das escolinhas. Na altura tinha uns 11 anos e o meu pai colocou-me no Dínamo da Estação. Os meus treinadores eram Rui Maurício e Ricardo Andrade. Transmitiram-me valores incríveis, mas acima de tudo sempre foram meus amigos. O que sou deve-se muito a eles também. A eles, o meu Obrigado! Só aqui um parêntesis…eu era grande máquina! Ahah

Não dei para ídolo, mas tenho um. O meu irmão, Alexandre Brás. Toda a gente o conhece por ser um bom Solicitador, mas também por ser um bom Treinador de Futebol. Nas duas situações é um trabalhador incansável, bom profissional que luta por colocar em prática as suas ideias, convicto das suas capacidades, confiante nas suas palavras, coerente nas suas escolhas, mas acima de tudo, companheiro e amigo. Só por isto já é Campeão.

Mais campeão do que ele, são estes craques:

  • Gonçalo Martins
  • João Pinto
  • Ricardo Ferreira
  • Daniel Nunes
  • João Rianço
  • Guto Martins
  • Rodrigo Sousa
  • Martim Magalhães
  • Diogo Lemos
  • Diogo Teixeira
  • Telmo Santos
  • Tiago Marques
  • Guilherme Moitas

 

13240085_1014454111925039_2521058836381215284_n

São do Repesenses…e peço desculpa pela rectificação: não são campeões, são Tetracampeões! Isto não se consegue só a “jogar bem à bola”. É preciso união, espírito de colectivo, entrega e entreajuda. Esta série de apuramento do campeão distrital ainda não terminou e o último jogo realiza-se no próximo domingo, no entanto o topo da tabela já não mexe mais.

Classificação Pts

1. Repesenses 24
2. Lusitano FCV 21
3. Os Pestinhas 15
4. Cracks Lamego 7
5. Souselo FC 7
6. Dínamo da Estação 6

Mas como eu dizia atrás, o mais importante a este nível são os valores transmitidos nesta fase de crescimento das futuras estrelas. A este nível não pode haver uns que são bons porque ganham e outros que são maus porque perdem. É preciso reconhecer o mérito de quem ganha, mas o mais importante e acima de tudo está na participação, educação e o crescimento. O mundo precisa de Homens, e é neste âmbito que acredito o futebol pode ter um papel decisivo na vida de muitos jovens.

Gustavo Brás