O PS a brincar com a nossa cidade, com o “meu” colégio

By  |  0 Comments

Muito se tem dito e escrito sobre os contratos de associação. Deixo aqui o texto do Mário Amorim Lopes que resume bem as contas do PS nesta matéria e, em baixo, as fotografias do cordão humano formado à voltada da escola onde passei momentos muito felizes da minha infância e que se vê afetada pela cegueira ideológica deste governo.

Segundo as “contas” do IGeFE, pagar uma turma de 30 alunos em contrato-associação custa 80.5 mil Euros, enquanto que no público custa apenas 54 mil Euros. Como é que o IGeFE chegou a estas maravilhosas “contas”? Assumiu que tudo no público é capacidade instalada, incluindo infraestrutura (capital não deprecia no público, parece), cadeiras, marcadores, mas também auxiliares, administrativos, refeições, água e electricidade, pelo que o único custo relevante corresponde à contratação de 2 professores por turma. Ou seja, tirando os professores, existem economias de escala infinitas na escola pública. Abram-se as turmas que forem necessárias — os auxiliares, administrativos, luz, água e refeições já existentes dividir-se-ão por todos. Qual Jesus, milagre da multiplicação dos peixes é este.”

 

via sacra via sacra 2