Cale-se só um bocadinho!

By  |  0 Comments

“Os licenciados…são os culpados”.

Lá veio a senhora Merkel “dar mais um bityte” sobre o que não lhe diz respeito, querendo também com isso descolar-se ainda mais de qualquer influência sobre a crise que se vive no geral e em Portugal em especial. Eu resumo a sua mensagem em poucas palavras: os licenciados que há a mais são os culpados desta crise e “são todos uns burros”.

Estas mensagens cheias de motivação transmitem força e muita coragem para ultrapassar as dificuldades que são impostas aos licenciados portugueses, muitos obrigados a sair do país. Com muito custo lá nos temos aguentado, na verdade e infelizmente, uns mais do que outros.

Noticias boas são aquelas que nos chegaram do INE, pois pelos vistos, a taxa de desemprego desceu para os 13,1%. Não é animador, mas dá alguma esperança.

Associando o que foi proferido com as relações sócio-económicas entre os países do Euro, e voltando à última declaração conhecida da chefe da Europa, eu sei que não estamos em posição fácil perante os nossos credores, mas acho que nos safávamos melhor se ela se calasse um bocadinho. Nela vemos claramente que há uma tentativa de separação da Europa, a Europa dos ricos e a Europa dos pobres que pagam a factura das crises. Com este tipo de declarações, vejo mais uma tentativa de rebaixamento do que propriamente um aviso com vista à melhoria das coisas.

Já sabemos que somos muitos licenciados e nos próximos anos nada vai mudar, e a sua afirmação nada vai mudar o rumo dos acontecimentos. Ao invés disso, poderá ainda agravar a situação devido ao impacto que as suas declarações têm na especulação dos mercados, na atracão de capital estrangeiro, no desenvolvimento da indústria, e, por consequência, na empregabilidade.

Por isso, era um favor que nos fazia senhora Merkel: cale-se só um bocadinho!

 Gustavo Brás

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.