Pedro Morais Leitão | “Uma nova LUZ na sua vida!”

By  |  0 Comments

sem nome

Convidado do Gustavo Brás***

Estamos a viver a última fase do processo de liberalização do mercado de electricidade. Até ao final do ano de 2015, haverá a migração total dos consumidores domésticos do mercado regulado para o mercado liberalizado.

Durante décadas fomos fornecidos em nossas casas e nas nossas empresas pela mesma produtora/distribuidora/comercializadora de energia que era detida pelo Estado Português e que posteriormente foi privatizada. Estivemos sempre dependentes das condições comerciais que nos apresentavam, sem escolhas possíveis.

Isso acabou!

A liberalização do sector, embora com muitos problemas estruturais e de implementação, veio permitir o aparecimento de novas empresas que querem ganhar a sua confiança num mercado extremamente competitivo e regulado.

Pode mudar de comercializador à vontade. Não se preocupe (ou não deixe que o(a) induzam em erro). As redes utilizadas são as mesmas, a electricidade é a mesma, a segurança do abastecimento é a mesma.

O que pode (e vai) mudar é o valor da sua conta anual de electricidade, para baixo, especialmente se aderir às empresas mais pequenas que lhe oferecem tarifas mais baixas do que os colossos da energia que vêm dominando o mercado nacional e ibérico.

Ao resolver contratar a sua electricidade com uma pequena empresa, como a LUZBOA, além de estar a poupar no imediato e no longo prazo só por mudar o contrato, está a pressionar o mercado para que os preços baixem. Não se esqueça que são os “grandes” que “mandam” nos preços do mercado. Após 2015 deixa de haver preço de referência regulado.

Quanto mais dispersos estiverem os consumidores, menos hipóteses de subidas abruptas de preço por parte dos líderes de mercado, devido à pressão comercial dos mais pequenos

A LUZBOA é uma empresa que nasceu este ano em Viseu, detida e gerida por três empreendedores jovens e Viseenses, com experiência na área da energia e que vai operar em todo Portugal Continental, estando neste momento a ser lançada no mercado. Está a decorrer uma campanha de “Clientes Fundadores” até ao dia 31.12.2014. Quem já fez (ou fizer) o pré-registo ou contratar o fornecimento até essa data terá condições especiais para sempre dentro da LUZBOA. A empresa foca-se no cliente e na sua necessidade de poupança nas contas de electricidade. A actividade também passa pela oferta de soluções de autoconsumo solar e de soluções de gestão de energia específica para o segmento residencial.

sem nome1

A LUZBOA será também a primeira empresa do mercado liberalizado a inovar nos tarifários de electricidade residencial com uma oferta diferenciadora e com grande potencial de poupança para o cliente doméstico.

Mudar de comercializador é simples, rápido e gratuito e não implica qualquer interrupção no fornecimento. Basta dirigir-se ao novo comercializador (via online, por exemplo) que quer escolher que ele trata de tudo para a sua máxima comodidade. Se tem uma potência contratada acima dos 10,35 kVA deverá optar por uma empresa a operar no mercado liberalizado até ao final de 2014. Se a sua potência contratada é abaixo disso, poderá ainda fazê-lo até ao final de 2015 mas, na verdade, quanto mais cedo mudar, mais vai poupar.

Se resolver escolher a LUZBOA, poderá aderir a um dos tarifários na página www.luzboa.pt (que estará actualizada a partir de dia 24.11.2014.

Pode ainda seguir a nossa página do Facebook: www.facebook.com/luzboa.energia para se manter ao corrente da nossa actividade e das nossas ofertas.

sem nome2

***Pedro Morais Leitão é CEO da LUZBOA.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.